Paixão de Cristo reúne 15mil pessoas no Bairro Novo


Na última sexta-feira, 14, o grupo de teatro Arte e Vida apresentou sua 18ª encenação da Paixão de Cristo na Regional Bairro Novo. Com mais de 300 voluntários envolvidos na produção e atuação, a apresentação - que narra os últimos momentos de Cristo até a sua morte e ressurreição - reuniu mais de 15 mil pessoas, consolidando-se como a 2ª maior Paixão de Cristo de Curitiba.

Para o vereador Marcos Vieira, um dos fundadores do grupo e intérprete de Jesus há 17 anos, a encenação atrai todos os anos um grande público pela reflexão que provoca e valorização desta que é a maior história de amor e doação de todos os tempos. "Nós já apresentamos a Paixão de Cristo há 17 anos, e todos os anos é grande a comoção e emoção que presenciamos, tanto da nossa produção quanto dos nossos espectadores. Ficamos felizes ao ver que nosso objetivo de evangelizar através da arte tem sido atingido. É uma grande reflexão que propomos, sobre nossas vidas, nossos valores e nossa fé", destacou.

17 anos de história

O Grupo de teatro Arte e Vida surgiu há 17 anos dentro da paróquia Profeta Elias, através dos grupos de jovens que decidiram se reunir e apresentar a Paixão de Cristo em céu aberto, para todos os moradores da região. A primeira apresentação aconteceu em uma praça da cidade em cima de um caminhão, contou com um público de 300 pessoas e pouco mais de 20 jovens que se revezavam entre produção e elenco. Aos poucos, o projeto foi crescendo, a apresentação se mudou para a Rua da Cidadania Bairro Novo e começou a receber apoio da Prefeitura de Curitiba e Fundação Cultural.

Hoje, 17 anos depois, o grupo já cresceu para 300 integrantes e possui uma estrutura de trabalho em equipes, porém, mantendo a sua essência e seu objetivo de evangelização através da arte. Tanto a coordenação quanto os integrantes são voluntários, sendo grande parte moradores da região que doam o seu talento e seu tempo para o projeto.

#Notícia

15 visualizações0 comentário