Projeto Mutirão tem queda de 60% no recolhimento de materiais recicláveis


Na tarde desta quarta-feira, 25, o vereador Marcos Vieira visitou a sede da Associação Mutirão de catadores de materiais recicláveis, no Sítio Cercado, que hoje integra o programa Ecocidadão da prefeitura de Curitiba.

Em conversa com o vereador, a coordenadora da associação, Sandra Lemos, apresentou a maior dificuldade que enfrentam no momento: a drástica redução nos recicláveis coletados, tendo atualmente uma queda de 60% nos materiais recolhidos pela associação. Para ela, três podem ser as causas deste problema: O aumento de catadores nas ruas; a venda direta de recicláveis pelos moradores para empresas e outros espaços de reciclagem e a falta de separação do lixo, sendo dispensado o reciclável juntamente ao orgânico na coleta semanal realizada pela prefeitura.

Uma proposta da Associação seria a retomada da campanha "Lixo que não é lixo", criada em 1989 e relançada em outros períodos, com o intuito de conscientizar sobre a importância da reciclagem e da correta separação do lixo através de incentivo para os moradores.

"O trabalho do Mutirão é essencial para a manutenção do meio ambiente em nossa região, assim como fazem outros catadores de recicláveis por toda a cidade. A nossa contrapartida mínima é a separação do lixo em nossas casas que, além de evitar o desperdício, auxilia na manutenção do trabalho do catador e, consequentemente, na manutenção de suas casas e famílias", declarou o vereador.

Marcos se prontificou a levar o tema para a Câmara de vereadores e auxiliar na articulação com a prefeita na busca de novos projetos que promovam a conscientização ambiental, sobretudo na questão da separação correta do lixo e reciclagem.

#Notícia

20 visualizações0 comentário