Em Guarapuava, PDT realiza Seminário Estadual de Vereadoras e Vereadores


Vereador Marcos Vieira em sua fala de abertura

Aconteceu no último sábado, 26, em Guarapuava o I Seminário Estadual de Vereadoras e Vereadores Trabalhistas. Realizado pelo PDT Paraná e Fundação Leonel Brizola - Alberto Pasqualini, com organização do vereador de Curitiba Marcos Vieira e apoio do deputado federal Gustavo Fruet e dos deputados estaduais do partido - Goura, Marcio Pacheco e Nelson Luersen -, o evento reuniu centenas de pessoas, entre vereadores, prefeitos, pré-candidatos e filiados, para debater a realidade da política estadual e capacitar as lideranças na formação de novos quadros para o partido nas próximas eleições.


"O partido está em um processo interno de reestruturação. E este evento foi pensado justamente para estreitar a relação e aproximar os municípios na recuperação dos valores trabalhistas e pautas defendidas pelo PDT", afirmou Marcos Vieira que ainda destacou dois dos principais encaminhamentos resultados do evento: a instituição da Frente Estadual de Vereadores e Vereadoras, que será presidida por Vieira, e a Carta de Guarapuava com as diretrizes que nortearão planos de governo e propostas do partido para as próximas eleições.


Abertura solene

Dando início ao evento, André Menegotto, presidente do PDT/PR, relembrou este período de reestruturação que se iniciou no último ano e a reaproximação das diretrizes nacionais do partido, de forma democrática e descentralizada. Marcos Vieira, em nome da organização, agradeceu pela presença de todos e citou a força e protagonismo de lideranças da juventude como um diferencial neste momento.


Representando todos os vereadores e vereadoras do PDT, Dognei, vereador de Guarapuava, reconheceu sua inspiração nos grandes líderes do partido neste seu primeiro mandato, enquanto Paulo Syritiuk, coordenador da regional Guarapuava e em nome de todos os coordenadores, enfatizou o projeto de desenvolvimento de nação do PDT, não sendo um projeto de poder. Para representar as executivas municipais, Luíza Simonelli, vice-presidente do PDT Curitiba, pediu maior participação das mulheres na política e o compromisso do partido em mudar esta realidade.


Em nome dos prefeitos, Ulisses Maia, prefeito de Maringá, rememorou sua participação no partido desde 1985 e a participação de Brizola em históricos momentos no Paraná. Já em nome dos deputados, Nelson Luersen valorizou o trabalho dos coordenadores regionais no trabalho de ampliação dos valores trabalhistas e aproximação das bases.


E para representar todos os movimentos, Roseli dos Santos, do movimento negro, pediu por mais respeito à cultura e religiões de matriz africana e parceria do partido nesta luta.

Roseli dos Santos, representante do movimento negro

Também compuseram a mesa de abertura: Goura, deputado estadual; Haroldo Ferreira, presidente da Fundação Leonel Brizola - Alberto Pasqualini/PR; Assis do Couto, ex-deputado Federal; Nelton Friedrich, ex-deputado federal constituinte; Thais Fagundes, presidente estadual da Juventude Socialista; Daniela Ferraz, representando a Ação da Mulher Trabalhista; Otto, representando o Movimento Cultural Darcy Ribeiro e Fabio Machado, representando o Movimento Todos Com Ciro.


Temas debatidos

Assis do Couto e componentes do painel.

Após a abertura, o seminário iniciou a discussão com o tema "Projeto Nacional de Desenvolvimento", debatido por Nelton Friedrich e Assis do Couto e mediado por Haroldo Ferreira e a cientista politica Giovanna Cruz. Em um resgate histórico, Friedrich retomou a história do PDT desde Getúlio Vargas, passando por João Goulart, Leonel Brizola e chegando hoje a Ciro Gomes e o atual projeto nacional de desenvolvimento defendido. Já Assis do Couto analisou o desenvolvimento sob a ótica da agricultura, desde o agronegócio à agricultura familiar, alertando para o excesso de agrotóxicos liberados no país atualmente, o que, segundo ele, pode resultar em uma tragédia ambiental.


Ulisses Maia e componentes do painel.

O segundo painel, debatido por Luiza Simonelli, Ulisses Maia e Goura e mediado por Marcos Vieira e a representante do Movimento de Mulheres, Maria Claudiana Santiago Barreto, debateu o tema "Trabalhismo e a Gestão Pública Municipal". Simonelli resgatou as principais realizações do mandato de Gustavo Fruet como prefeito de Curitiba, como a construção de mais de 20 CMEIs, o investimento em mobilidade segura com a implantação da área calma e implantação de ciclovias e a luta por políticas de igualdade de gênero, através da secretaria de mulheres. Maia também destacou a sua gestão como prefeito em Maringá aliada aos ideais trabalhistas, como a valorização da educação integral e gratuita - incluindo o fornecimento de uniformes e equipamentos de qualidade nas escolas - e o avanço na saúde, com filas zeradas para atendimento. Fechando o debate, Goura reforçou a atuação dos movimentos do partido e o seu trabalho na Assembleia Legislativa, com destaque na sua luta pela soberania alimentar, citando o seu projeto enquanto vereador que hoje é lei em Curitiba acerca da agricultura urbana e o seu atual projeto como deputado que prevê uma agenda para que Curitiba e região metropolitana seja uma zona livre de agrotóxicos até 2030.


No período da tarde, o painel técnico debateu os temas: planejamento estratégico de campanha com Diogo Tavares, cientista político e secretário-executivo do PDT/PR; comunicação eleitoral com Marcia Raquel, jornalista e secretária de comunicação do PDT/PR; boas práticas nas redes sociais com Bruno Santos, comunicólogo institucional e assessor parlamentar de comunicação; Engajamento da mulher na política com Edna Nunes, jornalista e fundadora da Embaixada Solidária e Legislação eleitoral e contabilidade de campanha com Leandro Rosa, advogado e secretário de assuntos jurídicos do PDT/PR.

Diogo Tavares e componentes do painel.

Dando sequência, Valmor Stédile, secretário geral do PDT/PR, convocou os vereadores para a instituição da Frente Estadual de Vereadores e Vereadoras, reafirmando o compromisso em unificar o partido e conectar os mandatários e seus municípios, sendo eleito Marcos Vieira como presidente desta frente. Já Dante Barleta Neto, secretário executivo da Fundação Leonel Brizola - Alberto Pasqualini / PR, apresentou as diretrizes da Carta de Guarapuava para as eleições 2020, construída por filiados e filiadas e participação de representantes dos movimentos do partido: Juventude; Negros; Mulheres; Diversidade; Cultural; Sindical; Comunitário, Indígena; Núcleo de Segurança Pública e a plataforma Todos com Ciro.


Marcos Vieira como presidente da Frente de Vereadores.

Para encerrar o evento, André Menegotto atentou para o esforço do partido em ampliar o diálogo e aproximar os municípios e convocou as regiões para a organização de seminários regionais de formação, fortalecendo os temas debatidos e compromissos assumidos durante o seminário.



58 visualizações0 comentário