Marcos Vieira propõe Auxílio Emergencial à profissionais proveniente do Fundo Municipal de Cultura


O vereador Marcos Vieira (PDT) protocolou nesta sexta-feira (24) duas Indicações de sugestão ao Executivo para auxílio aos profissionais da classe artística de Curitiba que vem enfrentando dificuldades em razão da pandemia do Covid-19. A primeira, pede pelo remanejamento de recursos do Fundo Municipal de Cultura para a criação de um Auxílio Emergencial exclusivo para atender os profissionais da área cultural com dificuldades financeiras durante o período de isolamento social. Vieira defende que a criação deste auxílio seria uma forma de, legalmente, fornecer aos profissionais uma ajuda extra neste período, ficando a Fundação Cultural responsável em realizar o mapeamento dos possíveis beneficiários através dos dados de cadastro que já possui, além da definição de quantos auxílios poderão ser oferecidos e como funcionará a distribuição, podendo haver parceria com as demais secretarias. "Os profissionais da cultura - cinema, teatro, música, artistas de rua e demais - foram os primeiros a parar e, como já sabemos, serão os últimos a retornarem à suas funções. Neste pouco mais de um mês, são vários os relatos que recebi de pessoas que estão ficando até sem comida em casa, e isso não podemos permitir, pois sabemos que ainda estamos longe da normalização do quadro" alertou o vereador. Já a segunda indicação solicita a alteração no encaminhamento das emendas parlamentares "carimbadas" para instituições e grupos culturais, ou seja, que possuem um fim específico definido, como realização de projetos ou ações já planejadas ou então aquisição de mobiliários ou insumos. A ideia é que as instituições recebam em dinheiro, para que possam utilizar este recurso no pagamento dos seus funcionários e manutenção da estrutura e quitação de despesas. Segundo o pedetista, esta alteração possibilitaria um alívio nas finanças e evitaria fechamentos e demissões. "Os projetos apresentados não serão mais realizados, logo, essas emendas acabariam se perdendo, mas ainda podem ser utilizadas, nem que seja para manter os recursos humanos, pois não estamos falando apenas de cantores e atores, são centenas de técnicos que vivem dos espetáculos, além de profissionais que atuam na alimentação, transporte e limpeza, entre tantos outros. Queremos garantir que ninguém fique desassistido", afirmou Marcos Vieira. Vídeo-papo "Cultura sempre viva" Ná ultima quarta-feira (22) o vereador Marcos Vieira realizou um vídeo-papo em suas redes sociais para conversar com profissionais da cultura sobre como o setor está enfrentando este momento de pandemia e como o serviço público poderia auxiliar. Participaram do debate o diretor teatral, produtor e membro do Conselho Municipal de Cultura, Adriano Esturilho; o premiado iluminador teatral e membro da Organização Internacional de Cenógrafos, Arquitetos e Técnicos de Teatro, Beto Bruel; a atriz, produtora e sócia-gerente da empresa Pé no Palco atividades artísticas, Giselle Lima e a cantora curitibana Thauana Prestes. A mediação ficou por conta do jornalista Angelo Binder. Entre os principais encaminhamentos, estão estes pedidos de auxílio ao Executivo por parte da classe artística e também a organização de uma grande campanha de arrecadação de alimentos intitulada "Alimente a Cultura" que, em breve, será divulgada. Você pode assistir a este vídeo-papo na íntegra clicando aqui.

14 visualizações0 comentário