Projeto de Marcos Vieira propõe castração de cães e gatos nos locais em que foram acolhidos


FOTO: Matsuda Pet


O Projeto de Lei apresentado pelo vereador Marcos Vieira (PDT) em Curitiba busca realizar a castração de cães e gatos nos locais em que foram acolhidos, sem que seja necessário retirá-los do ambiente e conduzi-los até os locais estabelecidos pelo Programa Municipal de Castração.


A proposta, segundo o vereador, se justifica na necessidade do controle populacional canino e felino, que serve para reduzir os índices de abandono e maus tratos, bem como a necessidade de ampliação do acesso ao serviço de esterilização cirúrgica de animais e, sobretudo, na necessidade de estimular a conscientização da população quanto à guarda responsável, notadamente para a prevenção de doenças transmitidas por animais.


Propõe-se a castração de caninos e felinos no ambiente que se encontram com dia e hora marcada, visto que como explica o vereador, tanto a Prefeitura de Curitiba, que dispõe do Castramóvel, como também as universidades possuem mecanismos de atendimento in loco.


Vieira afirma ainda que "há muitas instituições sem fins lucrativos que acolhem, cuidam e encaminham os animais para a adoção, mas muitas vezes a reprodução ocorre nos locais onde estão sendo cuidados, e isto pode ser minimizado com a castração nesses ambientes, sem custos para as instituições e voluntários".


Vale ressaltar que a participação no Programa Municipal de Castração exige a comprovação das instituições e dos cuidadores que acolhem e cuidam de cães e gatos nos termos da legislação vigente.


O projeto está agora em análise nas comissões da Câmara Municipal da cidade.








1 visualização0 comentário