Proposta de título de Cidadania Honorária de Curitiba a Zélia Scholz será votado essa semana



O Projeto de Lei do vereador Marcos Vieira (PDT) que propõe a Zélia Scholz, titular da 1ª barraca da Feira de Artesanato do Largo da Ordem, o título de Cidadã Honorária de Curitiba (in memorian) será votado nesta terça-feira (09) às 9h.


O título de cidadania honorária é entregue como uma forma de reconhecimento e prestigio à pessoas de fora que prestaram serviços de destaque na cidade, e por isso merecem ser homenageadas se tornando conterrâneas.


De acordo com o vereador, Zélia Scholz nasceu em 1931 em Jacutinga, Minas Gerais, e desde jovem já demonstrava tendências artísticas, pintando telas, dando aulas de bordado e até mesmo confeccionando bolsas e perucas. Sua família se mudou para Curitiba em 1971, e Scholz começou a expor suas artes na Feira do Largo da Ordem em 1977, fazendo da arte a sua profissão.


Suas demonstrações do processo de fabricação artesanal da lã de carneiro se tornaram memoráveis, e além da atuação na Feira, a artesã também ministrava oficinas e cursos de tecelagem no Paraná e em outros estados, contando com um fiel grupo de alunos que almejavam aprender a arte dos fios e tecidos.


Vieira afirma que Scholz teve "uma vida dedicada a arte e cultura", pois a tecelagem sempre rodeou a vida da artesã, que herdou o dom de sua avó e mãe. Além de formar novas tecelãs e passar suas habilidades adiante, Vieira conta que "Zélia sempre impressionava e aglomerava admiradores na Feira do Largo nas suas demonstrações com sua companheira inseparável: a roda de fiar; tornando-se uma atração turística a parte".

Por reconhecimento a essa dedicação e contribuição para a Arte e a Cultura de Curitiba que o parlamentar propôs o título de Cidadã Honorária (in memorian) a Zélia Scholz, que faleceu no dia 17 de julho de 2021.


A votação acontece na Câmara Municipal e todos são convidados a acompanharem presencialmente ou pelas redes sociais da Câmara.

1 visualização0 comentário