top of page

Vereador Marcos Vieira propõe Polo das Noivas para a região Sul de Curitiba

Atualizado: 2 de ago. de 2023



Projeto de lei busca impulsionar o setor de festas e eventos no Bairro Sítio Cercado


Promover o desenvolvimento da atividade econômica voltada para festas e eventos, além de atrair investimentos para a região e melhorar a infraestrutura local. Este é o objetivo de um projeto de lei apresentado pelo vereador de Curitiba, Marcos Vieira (PDT), texto que visa instituir o Polo das Noivas na região do Sítio Cercado, que tem como uma das características a concentração de lojas de locação de trajes para festas e eventos, além de outros serviços relacionados. Além disso, fomentará a geração de emprego e renda para a região. “O incentivo à criação de polos de referência está previsto na legislação municipal. A ideia é estimular o desenvolvimento econômico e social, considerando a existência de atividades típicas de áreas centrais e de bairros”, explicou Vieira.


Com a instituição do Polo das Noivas, o poder público poderá fomentar o desenvolvimento do turismo local, a atração de empreendimentos comerciais, hoteleiros e gastronômicos para a região, bem como o melhoramento da estrutura de segurança e a realização de eventos, festivais, desfiles e encontros relacionados à organização de festas e eventos no local. A proposta também prevê que o Polo das Noivas possa fazer parte de publicações e campanhas que busquem promover o turismo em Curitiba. Marcos Vieira ressalta ainda a importância de descentralizar o desenvolvimento da cidade e valorizar a Região Sul do município. "Além de fomentar o comércio local, o Polo das Noivas possibilitará que mais pessoas conheçam os serviços e frequentem a região", afirmou.


Trechos - O Polo das Noivas abrangerá as seguintes ruas: trecho da Rua Izaac Ferreira da Cruz, a partir da Rua Nova Esperança até a Rua David Tows; trecho da Rua São José dos Pinhais, a partir da Rua Izaac Ferreira da Cruz até a Rua Dr. Lauro Gentio Portugal Tavares; trecho da Rua Ourizona, entre as Ruas Tenente Júlio Jacoboski e São José dos Pinhais; trecho da Rua Marte, entre a Rua José Manoel Voluz e a Rua Quitandinha; e trecho da Rua Major Miguel Balbino Blasi, entre a Rua José Bassa e a Rua Des. Carlos Pinheiro Guimarães.


Trâmite - A proposição deu entrada na Casa no dia 03 de julho e recebeu parecer instrutório pela aprovação na Procuradoria Jurídica da Câmara (Projuris). Com a Instrução da Projuris, a matéria será apreciada pela Comissão de Constituição e Justiça para exame da admissibilidade do ponto de vista da constitucionalidade e da conformidade à Lei Orgânica e ao Regimento, bem como para indicação das demais comissões competentes para análise da matéria. Se aprovada, estará apta para ser colocada em deliberação do plenário.

4 visualizações0 comentário
bottom of page