top of page

Vereador Marcos Vieira solicita Informações sobre o Viaduto do Alto Boqueirão

Atualizado: 6 de dez. de 2023



O Vereador Marcos Vieira segue na incansável busca por transparência a respeito da reabertura do Viaduto do Alto Boqueirão, divisa com o Osternack, localizado na Rua João Miqueletto sobre a linha férrea. Por isso, apresentou mais uma proposição à Câmara de Curitiba. O Requerimento de Pedido de Informações ao Município protocolado em novembro faz questionamentos sobre a previsão de entrega da obra que teve início em julho de 2023 com previsão inicial de término em outubro de 2023, mas que não aconteceu.


O vereador destaca a importância de informar aos munícipes sobre o andamento da obra do Viaduto, conforme contrato de empreitada e destaca a necessidade de manter a comunidade informada sobre as obras públicas que impactam em suas vidas. “Estamos em dezembro, mas a obra ainda não foi entregue conforme previsão. Portanto questionamos mais informações sobre outros contratos relacionados, sobre a alteração no prazo de término da obra, dados quanto à previsão atualizada e as justificativas para a mudança, entre outros pontos”, explicou o vereador.


Marcos Vieira ainda questiona se o projeto original, que previa uma estrutura metálica, foi alterado para uma estrutura em concreto, e se sim, busca entender as razões da modificação; sobre a retificação da placa informativa para refletir a mudança no prazo de entrega e ainda questiona sobre a previsão para a limpeza do entorno pela prefeitura ou empresa responsável. O pedido também questiona sobre a capacidade de carga do viaduto após sua conclusão, um ponto amplamente levantado pela comunidade. “Caminhões poderão passar ou apenas carros menores? Isso impacta diretamente o fluxo das vias próximas, por isso são parte do questionamento”, explicou o vereador.


Com a nova proposição, Marcos Vieira reafirma seu compromisso com a transparência e a prestação de contas à população. “Há mais de um ano e meio o nosso mandato reivindica a liberação deste viaduto no Alto Boqueirão. Por conta do fechamento da ponte, moradores enfrentam dificuldades e comerciantes até faliram devido aos desvios que levam mais de meia hora. Obras no local levaram a crer que a pista será finalmente liberada, no entanto isso não aconteceu. A espera por respostas agora recai sobre a Secretaria Municipal de Obras Públicas, que terá a oportunidade de elucidar dúvidas e fornecer informações sobre esta situação. Por isso seguimos acompanhando”, concluiu Marcos Vieira.


15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page