Liberada a vacina para pesquisadores brasileiros que precisam ir para o exterior




A vacina para os pesquisadores brasileiros que precisam viajar para o exterior foi liberada nesta semana em Curitiba. O tema tem sido pauta do mandato do vereador Marcos Vieira (PDT) que articulou entre os pesquisadores e a Secretária de Saúde este apelo.


A demanda da intermediação surgiu da possibilidade de perda de bolsas de estudo internacionais e anos de pesquisa pela falta da imunização dos pesquisadores brasileiros. A aprovação da liberação veio na segunda semana de agosto, após o apelo de doutorandos da Universidade Federal do Paraná, que poderiam ser prejudicados pela falta da vacina.

A conversa entre os pesquisadores e a Secretaria de Saúde foi mediada por Vieira, porém, a decisão foi tomada em nível federal e o Paraná e Curitiba acataram e já estão operacionalizando.

Na mesma semana em que as vacinas foram liberadas para os pesquisadores, o vereador enviou à Secretaria de Saúde a lista com todos os doutorandos que precisam da imunização.


A mediação feita pelo vereador demandou também de um encontro virtual da Frente Parlamentar de Acompanhamento do Plano de Vacinação de Curitiba, com os pesquisadores e com a Secretaria Municipal de Saúde, que ocorreu em julho de 2021.

Marcos Vieira ressaltou que a conquista da liberação significa que agora os estudantes “poderão viajar e continuar suas pesquisas que, sem dúvida alguma, contribuem para o desenvolvimento do nosso país”.


0 visualização0 comentário