top of page

Marcos Vieira questiona a falta de acessibilidade no transporte coletivo de Curitiba

Atualizado: 4 de dez. de 2023


Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

O vereador Marcos Vieira (PDT) tem levantado questionamentos sobre a acessibilidade no transporte coletivo da cidade. Por isso protocolou uma sugestão ao executivo e dois pedidos de informação. O primeiro questionamento é relativo às estações-tubo e o segundo direciona-se à acessibilidade nos ônibus do transporte público. Já a sugestão diz a respeito à substituição de plataformas elevatórias por rampas. Os pedidos surgiram a partir de denúncias da comunidade PCD. “O direito de ir e vir é um princípio fundamental para todas as pessoas, mas aqueles com deficiência têm enfrentado desafios significativos em seus deslocamentos diários. Por isso seguimos na defesa desta população”, justificou o vereador.


Ônibus inacessíveis - A respeito da acessibilidade nos ônibus, o parlamentar exige informações da URBS sobre a presença de elevadores em toda a frota, números de veículos sem acessibilidade, prazos para tornar a frota totalmente acessível, protocolos para substituição de veículos durante manutenção e se os motoristas, após a extinção dos cobradores, foram treinados para auxiliar no acesso de pessoas com deficiência aos veículos. “Mesmo quando o ônibus possui elevador, a falta de auxílio, que era prestado pelos cobradores, têm gerado dificuldades adicionais”, explicou o parlamentar.


Estações-tubo - Sobre as estações-tudo, o recente anúncio da prefeitura sobre obras de revitalização não abordou a questão das rampas ou elevadores, gerando questionamentos sobre a eficácia das melhorias propostas. Além disso, de acordo com relatos recebidos pelo mandato do vereador, 17 dessas estações não possuem a devida acessibilidade. A maioria pertence à linha do biarticulado Centenário - Campo Comprido, uma rota essencial de leste a oeste da cidade.


Sugestão ao Executivo - No questionamento o vereador também indagou quando haverá a substituição dos elevadores por rampas, devido aos frequentes problemas de mau funcionamento e necessidade constante de manutenção. Para suscitar a implantação dessas rampas, a pedido da comunidade, Marcos Vieira ainda protocolou uma sugestão ao executivo para que a iniciativa seja realizada. “A implementação de rampas no lugar das plataformas elevatórias não apenas elimina os entraves técnicos, mas se alinha a uma visão inclusiva, proporcionando uma solução duradoura que promove a autonomia e a integração de todos os cidadãos em nosso ambiente urbano”, destacou.


Marcos Vieira espera que os pedidos de informação resultem em ações imediatas para garantir a acessibilidade plena no transporte coletivo de Curitiba, visando melhorar a qualidade de vida e a inclusão de todos os cidadãos. O prazo para resposta às solicitações é aguardado nos próximos dias. “As estações-tubo e ônibus inacessíveis afetam pessoas com deficiência, idosos, pessoas com mobilidade reduzida e mães, pais e cuidadores com carrinho de bebê, por isso solicitamos um olhar atento aos nossos questionamentos”, concluiu o vereador.


10 visualizações0 comentário

留言


bottom of page